segunda-feira, 17 de abril de 2017

NOTÍCIAS DE LÍMBIA: MALABARES




Ali, de repente, saltou à frente do carro o malabares.
Pintado de dourado, com roupa de palhaço.
Os sapatos, dava-se pra notar, estavam bem gastos de andar muito.

Sorriso no rosto, começa o malabarismo.
Um filho pro alto...
Uma esposa pro alto...
Um empreguinho pro alto...
Um segredo pro alto...
Uma amizade sincera pro alto...
O respeito pro alto...
Agora a auto estima a girar lá em cima...
Um projeto de futuro pro alto... Opa... Ahhh... Nasceu castrado o projeto... Foi pro chão...
Mas, mantendo o sorriso, apanha do chão com as costas doendo, e continua... continua...

Vai pro Grand Finale.
No último giro, peça por peça a se encaixar feito mágica.
Bravo... bravo... bravo...

Ahhh...
A última foi pro chão.
Decepção dentro do carro.

Talvez, o malabares queira ser espectador do olhar de decepção do show dentro do carro que o espia.
O sorriso continua no rosto pintado de dourado.

Agradece alegremente, saltitando pra calçada.
Perdeu o tempo do farol.


*DADOS CARTOGRÁFICOS: Límbia é Real sem existir em lugar algum. Faz-se justiça ao cartógrafo Fabio Herrmann que a define: “Isto é Límbia, terra da ficção verdadeira. Límbia não foi inventada. É a própria invenção.” HERRMANN, F. (2002) A Infância de Adão e Outras Ficções Freudianas. Casa do Psicólogo: São Paulo (p.34).