quarta-feira, 31 de março de 2010

NOTÍCIAS DE LÍMBIA: CANIBALISMO

PREGUIÇA em PENSAR-SE.
PENSAR-SE... Este ATO que nos mergulha no AQUERONTE de nossas profundezas... Nosso Rio do Infortúnio.
CARONTE, o barqueiro, nos convida a um passeio.

Há certo tipo de VIVER que coloca tudo em um “diminutivo costumeiro”, repleto de “-inhas” e “-inhos”.
Diminutivo Costumeiro...
Implacável... Disputante...
Moto-contínuo de ingerir o Outro para SER-SE... Impossibilidade... Viver para além de diminutivos.
Quem ingere quem? Em qual ordem?

PREGUIÇA em PENSAR-SE.
Ao virar-se a face, percebemos CARONTE com nosso próprio rosto.
É mais cômoda a PREGUIÇA.

Agradeço a um Limbiano por estas reflexões.

*DADOS CARTOGRÁFICOS: Límbia é Real sem existir em lugar algum. Faz-se justiça ao cartógrafo Fabio Herrmann que a define: “Isto é Límbia, terra da ficção verdadeira. Límbia não foi inventada. É a própria invenção.” HERRMANN, F. (2002) A Infância de Adão e Outras Ficções Freudianas. Casa do Psicólogo: São Paulo (p.34)