domingo, 27 de dezembro de 2009

FELIZ ANO QUE FINDA

Vou até a sacada do apartamento... Acendo um cigarro.
Ouço o barulho dos carros, as buzinas, a aceleração dos motores, o brecar, os garotos turbinados...
Nada tenho a dizer, apenas ouço!!!

Lá pelas 18h, o bando de maritacas faz barulho. O mesmo de sempre.
Nada tenho a dizer, apenas ouço!!!

No Shopping, paro prá tomar um café expresso – prefiro o de coador, é mais café.
Ouço o burburinho do bando de gente a cantarolar compras de Natal, ou qualquer outra coisa. Não importa o assunto... Não importa...
Nada tenho a dizer, apenas ouço!!!

Na festa, com uma cerveja gelada na mão, ouço palavras soltas no ar... Assuntos diversos a bailar ao redor da mesa pronta prá santa ceia.
Me encontro entre pessoas queridas... Pessoas...
Nada tenho a dizer, apenas ouço!!!

Você quer conversar comigo, contar teus projetos para o Ano que Nasce.
Meu Ato de Conversar, compreender, está cansado... Cansando... Cerveja Gelada... Vinho Gelado.
Nada tenho a dizer, apenas ouço!!!

FELIZ ANO QUE VEM!!!